Risco Cardiovascular em Usuários de Programa de Atenção a Hipertensos e Diabéticos em um Município do Paraná-Brasil

Main Article Content

Tatiane Baratieri
J Dal Santo Ottoni
Maria Luciana Botti
Rita de Cássia Serpa Maicel
Let Gramazio Soares

Keywords

Abstract

Introdução: As Doenças Crônicas Não Transmissíveis constituem-se em um dos principais problemas de saúde pública no mundo, quando associadas a fatores de risco aumentam as chances de ocorrência de um evento cardiovascular. Objetivo: Caracterizar o perfil sociodemográfico, os fatores de risco cardiovascular associados e a estratificação de risco a partir da análise das fichas cadastrais de usuários adultos do Programa Hiperdia. Materiais e métodos: Trata-se de estudo descritivo-exploratório, documental e quantitativo, em município de pequeno porte na região centro-sul do Estado do Paraná. Os dados foram coletados a partir de 62 fichas de usuários com até 60 anos cadastrados no Programa Hiperdia. Resultados: Quanto à caracterização dos participantes do estudo, o 84% é do sexo feminino, 52% casados; 85% estão na faixa etária de 40 a 59 anos; 66% considera pertence a raça brancos e 68% cursou ensino fundamental. Sobre a estratificação de risco verificou-se que 51% apresenta risco alto ou muito alto para evento cardiovascular. Sobre fatores de risco cardiovascular 39% tem antecedentes familiares (cardiovascular), 27% é diabético, 29% tabagista, 47% é sedentário, 66% está com sobrepeso/obesidade e 100% é hipertenso. Conclusão: O grau de risco aumenta conforme aumenta a idade, sendo que sobrepeso/obesidade, diabetes mellitus e sedentarismo são os principais fatores de risco determinantes do grau de risco. É importante a identificação dos fatores de risco presentes nas pessoas com hipertensão e diabetes de forma a direcionar o cuidado, bem como, a partir desses, realizar a estratificação de risco dos usuários, a fim de atender cada pessoa conforme suas necessidades de saúde, viabilizando a prevenção de agravos.

 

ABSTRACT
Introduction: Diseases chronic not communicable constitute one of the major public health problems in the world when the associated risk factors increase the chances of occurrence of a cardiovascular event. Objective: To characterize the cardiovascular risk factors and risk stratification by analyzing registration forms of adult users Hiperdia Program. Materials and methods: This is a descriptive exploratory study, document and quantitative, in a small city in the south-central region of the state of Paraná. Data were collected from 62 users chips with up to 60 years enrolled in the program Hiperdia. Results: The study population was characterized by 84% female, 52% married, 85% aged 40-59 years, 66% white and 65% with elementary education. About risk stratification was found 51% have high or very high risk for cardiovascular events. About risk factors of cardiovascular 39 % have a family history (cardiovascular), 27% are diabetic, 29% smokers, 47% are sedentary, 66% are overweight/obesity and 100 % is hypertensive. Conclusion: The degree of risk increases with increasing age, and overweight/obesity, diabetes and physical inactivity are the main risk factors that determine the degree of risk. It is important to identify the risk factors that people with hypertension and diabetes are exposed to direct care, as well as from those factors, perform risk stratification of users in order to meet each person according to their health needs, enabling the prevention of injuries.

Abstract 354 | PDF COMPLETO (Español (España)) Downloads 50 HTML (Español (España)) Downloads 10