##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ricardo Pocinho Pedro Belo Claudia Melo Esperanza Navarro-Pardo Juan José Fernández Muñoz

Resumen

O papel desempenhado pela família e cuidadores no tratamento dos idosos é essencial para a promoção e manutenção da sua qualidade de vida, garantindo a sua manutenção do domicílio por um período de tempo mais alargado. Objetivo: Compreender a existência da sobrecarga do cuidador informal e os fatores associados (apoio disponíveis e perfil), bem como estudar o estabelecimento relacional entre o tempo e a sobrecarga. Metodologia: Um questionário de dados sociodemográficos e QASCI (Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal) aplicado a 30 cuidadores da região centro de Portuga. Resultados: São caraterísticas do perfil do cuidador, 45 anos, casado, existência de coabitação e razões relacionadas com o dever e a ligação emocional subjacente.


Palabras clave: Cuidador informal, idoso, stress, apoio social, demência

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Sección
ARTICULOS